Quem Somos Doencas Cirurgia Endovascular Agenda Biblioteca Fale Conosco


A aorta é a principal artéria de nosso corpo, responsável por distribuir o sangue oxigenado, ou arterial, a todos os órgãos do corpo, através de seus inúmeros ramos, como um tronco principal de uma árvore. A porção abdominal da aorta é a responsável por distribuir sangue aos rins, ao trato gastrointestinal e às pernas.

Um aneurisma da aorta abdominal (AAA) ocorre quando esta porção da aorta se dilata, podendo vir a se romper, levando a um sangramento fatal em 90% das vezes, daí a importância do tratamento precoce. Em outros casos, coágulos ou detritos podem se formar no interior do aneurisma e serem carreados pelo fluxo arterial, entupindo a circulação dos membros inferiores, o que causa dor severa e prolongada dos pés ou pernas ou mesmo do abdômen. Cerca de 200.000 pessoas são diagnosticadas com esta doença nos EUA, por ano. Cerca de 15.000 morrem todos os anos devido à ruptura de um AAA.

A base desta doença ainda não está completamente elucidada, mas sabemos que está relacionada a um enfraquecimento genetico das proteínas estruturais da parede da artéria. Diversos fatores sabidamente influenciam nos AAA: idade acima de 60 anos; sexo masculino; história familiar de aterosclerose; história familiar de AAA; Fumo; Hipertensão arterial; doença pulmonar obstrutiva crônica.

A maioria das pessoas não têm sintomas, e os AAA são freqüentemente detectados em exames realizados por outros motivos, como uma ultrassonografia abdominal de rotina. Quando presentes, os sintomas podem ser: sensação de pulsação no abdômen; dor recorrente no abdômen e na região lombar, mais à esquerda; dor e mudança de cor nos pés.

Caso você experimente estes sintomas ou tenha sido diagnosticado com portador de um Aneurisma da Aorta Abdominal, procure imediatamente um cirurgião vascular. Este é o médico especializado no tratamento deste tipo de doença, desde o tratamento clínico até o tratamento cirúrgico, quando indicado. Após um diagnóstico inicial, o cirurgião vascular pode indicar o melhor método de exame a ser realizado.

O fator mais importante a ser considerado em um AAA é o seu diâmetro. O tratamento pode requerer mudanças no estilo de vida, como melhora no padrão alimentar e controle da pressão arterial. Caso o diâmetro exceda os parâmetros aceitáveis, uma cirurgia pode ser indicada. Esta pode ser através de uma cirurgia aberta ou através de uma cirurgia endovascular, minimamente invasiva, com o implante de um tipo de stent, chamada endoprótese. Somente o cirurgião vascular treinado em técnicas endovasculares pode oferecer os dois tipos de cirurgia e saber qual é a mais indicada a cada caso.


> Aneurisma da Aorta Abdominal
> Aneurisma da Aorta Tóraco-Abdominal
> Aneurisma da Aorta Torácica Descendente
> Dissecções da Aorta
> Doença Arterial dos Membros Inferiores
> Doença Obstrutiva das Carótidas
> Doenças das Artérias Renais
> Varizes dos Membros Inferiores
> Trombose Venosa Profunda e Embolia Pulmonar